PROJETO SEMENTINHAS DA UMBANDA

Este projeto se apresenta como uma ramificação da Ação Social Semeadores do Bem, que integra a Tenda Umbandista Caboclo Jundiara (TUCJ), e visa inserir as crianças nas atividades da Tenda.

Público-alvo: As crianças que frequentam a Tenda Umbandista Caboclo Jundiara – tanto aquelas que fazem parte da corrente quanto as da assistência.

Justificativa: Ao observarmos as crianças que fazem parte da corrente dentro da Tenda, podemos perceber que, em muitos momentos, elas ficam sem direcionamento do que fazer, por isso, pensamos na integração que pode ser feita, utilizando atividades lúdicas para ensinamentos sobre a Umbanda e momentos de lazer e descontração. Isso também ocorre no desenrolar das sessões espirituais, o que leva, às vezes, as crianças a ficarem agitadas e atrapalharem o andamento dos trabalhos. Por isso, vemos a necessidade de ações que levem as crianças a participarem mais ativamente das sessões.

Em relação às crianças da assistência, notamos a possibilidade de haver futuros consulentes ou até mesmo médiuns filhos da casa, que podem vir a fazer parte da nossa comunidade de forma mais integrada se conhecerem a religião da maneira adequada. Essas crianças também podem ajudar a disseminar os conhecimentos sobre a Umbanda fora do terreiro, o que pode ajudar a diminuir a falta de conhecimento das pessoas sobre a religião e contribuir para o combate à intolerância religiosa.

Objetivo: Integrar as crianças às atividades do terreiro, promovendo o aprendizado sobre os fundamentos da Umbanda, assim como os fundamentos específicos da TUCJ. Nesse movimento, haverá a oportunidade de essas crianças aprenderem sobre a religião de forma lúdica e interativa, a partir de jogos, contação de histórias, teatro de fantoches, atividades de artes manuais, de música etc.

O intuito é fazer com que as crianças se sintam parte do terreiro, desenvolvendo seu conhecimento sobre a Umbanda, mas por outro lado desejamos promover atividades de lazer para momentos de descontração, já que, na infância, esses momentos são cruciais. Tais atividades, tanto de educação quanto de lazer poderão ser realizadas nos dias de sessão, nos momentos em que as crianças ficam dispersas e sem motivação. Outro movimento, que já é feito e pode ser incentivado ainda mais, é participação delas nas atividades dentro das sessões, como cambonos-assistentes e também na ajuda, por parte das crianças mais velhas, com as crianças mais novas.

Já para as crianças da assistência, o objetivo é também de promover a aprendizagem sobre a religião, incentivar o desenvolvimento da educação e da cidadania, envolvendo atividades lúdicas sobre a Umbanda, sobre caridade, solidariedade, hábitos de higiene, cidadania etc. Essa é uma projeção para futuras ações que dependem das condições favoráveis para que se realizem, além de haver público suficiente para tais atividades. O objetivo é promover ações similares as que se fazem em outras religiões, como a catequese na religião Católica.

Objetivos futuros: Desenvolver atividades fixas, como palestras, passeios, atividades de aprendizagem, assim como elaborar um material próprio sobre os fundamentos da Umbanda para crianças.